Árbitros são afastados após acusação de assédio e comentários preconceituosos

A CBHb (Confederação Brasileira de Handebol) afastou dois árbitros que participavam do Campeonato Brasileiro Júnior de handebol feminino que foi disputado na última semana em Sorocaba, no interior de São Paulo.

O motivo foi uma série de comentários pejorativos contra um técnico e jogadoras que estavam em quadra durante a partida entre Fundesport/Araraquara e Centro Olímpico, disputada no dia 14 de setembro. Veja abaixo nota oficial da CBHb e do Araraquara, um dos times vítimas das ofensas.

As ofensas foram registradas durante a transmissão da partida feita por uma canal no Youtube. Nas gravações, é possível ouvir comentários sobre a forma física das jogadoras do Centro Olímpico, como “essa está gostosinha, que delícia”, “elas eram magrinhas, mas engordaram na pandemia”, além de palavras direcionadas ao técnico: “seboso, cara de bêbado, mal vestido. Parecia uma moça jogando”.

Principal alvo dos comentários, o técnico Robison Santos, do Araraquara, registrou boletim de ocorrência na manhã nesta segunda-feira. De acordo com o documento, o técnico diz ter sido ofendido com palavras que configuram crime contra a honra, injúria racial e assédio moral.

– As atletas estavam estudando e usando vídeos de um canal de handebol e acabaram ouvindo comentários o que não condizem com o que prega a educação básica. Ouviram palavras que me ofendiam e elas diretamente. Se sentiram constrangidas, ficaram desequilibradas emocionalmente e me contaram. Prontamente repassei à Confederação Brasileira de Handebol e eles tomaram uma atitude prontamente – disse Robison Santos, técnico do Araraquara.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Shopping Basket