Bill e Melinda Gates anunciam divórcio, fortuna de US$ 124 bilhões pode ser dividida

Bill e Melinda Gates anunciaram na segunda-feira (03) que vão se divorciar após 27 anos juntos, pondo fim a um dos casamentos mais famosos do mundo dos negócios.

Eles se conheceram na década de 1980, quando Melinda ingressou na Microsoft, a empresa fundada por Bill, e formalizaram sua união em 1994. O casal bilionário tem três filhos e dirige em conjunto a Fundação de caridade Bill e Melinda Gates.

Em uma curta mensagem no Twitter, publicada nas suas contas individuais, os dois anunciaram a separação, afirmando: “não acreditamos mais que podemos crescer como um casal”.

“Depois de muito pensar e trabalhar muito em nosso relacionamento, tomamos a decisão de encerrar nosso casamento”, diz a nota assinada conjuntamente.

Bill e Melinda Gates dizem no comunicado que vão continuar trabalhando juntos na fundação. Em uma outra nota, a fundação disse que Bill e Melinda “permaneceriam como co-presidentes e curadores” e que “nenhuma mudança em suas funções ou na organização está planejada”.

O casal também não deu detalhes sobre como será dividida a sua fortuna estimada em mais de US$ 124 bilhões (cerca de R$ 668 bilhões). No comunicado colocado no Twitter, eles pedem “espaço e privacidade” neste momento.

A revista Forbes lista Bill Gates como o quarto indivíduo mais rico do planeta, atrás dos empresários Jeff Bezos, Elon Musk e Bernard Arnault.

Melinda não aparece no topo da lista das mulheres mais ricas da Forbes, já que sua fortuna é contada junto com a de Bill. Caso a fortuna fosse dividida ao meio, Melinda seria catapultada para as primeiras posições da lista feminina. No entanto, não há informação sobre como o casal pretende dividir o patrimônio.

revista Forbes destacou Melinda como quinta mulher mais poderosa do mundo em seu ranking do ano passado. Ela é a primeira mulher fora do mundo da política a aparecer na lista (que é liderada por Angela Merkel, Christine Lagarde, Kamala Harris e Ursula von der Leyen).

Ao contrário da separação de Jeff Bezos e MacKenzie Scott há dois anos, que levantou dúvidas sobre como ficaria a divisão de poder na Amazon, já que haveria redução no poder de voto de Jeff na empresa, a separação de Bill e Melinda deve ter pouco impacto na gestão da Microsoft. Isso porque Bill deixou o conselho administrativo da empresa há um ano.

Mas não se sabe como será dividido o dinheiro que o casal obteve com a empresa ao longo dos anos. Os dois não teriam feito acordo pré-nupcial antes de se casar.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Shopping Basket