Pedido de oxigênio feito pelo governo do Amazonas ao estado do RJ foi enviado para e-mail errado

Há cinco dias, o Amazonas fez um pedido a todos os estados para tentar evitar o colapso no sistema de Saúde — que se concretizou com a falta de oxigênio para os pacientes na última quinta-feira (14).

No e-mail que deveria ter chegado ao governo do Rio, todos os destinatários estavam errados.

O documento cita uma “crise sem precedentes” na Saúde em meio à pandemia de Covid-19, com ocupação total de leitos. Assinado pelo governador Wilson Lima (PSC), o texto fala também na “iminência” de desabastecimento de oxigênio. E pedia o envio do produto, se possível.

O e-mail foi enviado por Juarez Filho, assessor do Sub comando de Ações de Defesa Civil do Amazonas, para três destinatários no RJ:

  • Francisco Dornelles, ex-vice-governador, atualmente sem cargo;
  • Dorita, ex-chefe de gabinete de Dornelles, também sem cargo;
  • E-mail de eventos da Vice-Governadoria do RJ.
Amazonas pediu ao RJ oxigênio, mas solicitação foi enviada para e-mail errado; ex-governador Dornelles, que deixou o cargo em 2018, era um dos destinatários — Foto: Reprodução

Amazonas pediu ao RJ oxigênio, mas solicitação foi enviada para e-mail errado; ex-governador Dornelles, que deixou o cargo em 2018, era um dos destinatários — Foto: Reprodução

Os dois primeiros destinatários sequer estão no governo. Dorita, a Maria Auxiliadora Pereira Carneiro Silva, deixou o governo em dezembro de 2018. Dornelles, poucos dias depois, após a vitória de Wilson Witzel (PSC) na eleição.

Já o último e-mail é do setor responsável por organizar os eventos do vice-governador, cargo que está vago desde que Cláudio Castro (PSC) substituiu Wilson Witzel (PSC) como governador.

A informação só chegou ao governador em exercício do Rio, Cláudio Castro (PSC), na noite de quinta-feira (14), quando ele ligou para Wilson Lima. Castro informou que a Secretaria Estadual de Saúde (SES) vai fazer um levantamento dos insumos que podem ajudar o Amazonas.

Na manhã desta sexta, Castro prestou solidariedade a Wilson Lima em uma rede social.

“A situação do Amazonas é desesperadora e sensibiliza a todos nós. Liguei ontem (quinta) para o governador Wilson Lima para prestar todo meu apoio e dialogar como o RJ pode colaborar. O momento é de união. A dor dessa pandemia atinge a todos nós e os estados precisam caminhar juntos”

Fonte G1.com
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Shopping Basket