Pesquisadores descobrem milhões de árvores no deserto do Saara

O deserto do Saara, é o maior não polar do mundo, e pra muitas pessoas, quando se fala este nome, o que vem no pensamento é uma planície cheia de areia, com muito sol,  alguns camelos andando em um rumo sem fim e pouca água.

Um novo estudo mostra que o Saara esconde algo inesperado: centenas de milhões de árvores. Não agrupadas em uma floresta, mas árvores solitárias.

Neste estudo, um grupo de pesquisadores  conseguiu fazer a contagem, uma a uma das árvores em uma área de 1,3 milhão de quilômetros quadrados no noroeste da África.

A região, que atravessa países como Argélia, Mauritânia, Senegal e Mali, inclui partes do Saara Ocidental e também o Sahel, o cinturão de savana tropical semiárida ao sul do deserto.

O trabalho, concluiu que há “um número inesperadamente grande de árvores” nesta área.

Mais especificamente, cerca de 1,8 bilhão foram registradas, um número muito maior do que o esperado.

O principal autor do estudo, Martin Brandt, da Universidade de Copenhagen, na Dinamarca, disse à BBC News Mundo que embora “a maioria esteja no Sahel, existem centenas de milhões no próprio Saara”.

“Há em média uma árvore por hectare no hiperárido Saara. Não parece muito, mas acho que é mais do que se poderia imaginar”, disse ele.

Além disso, ele esclareceu que a área pesquisada representa apenas 20% do Saara e do Sahel, “então a contagem total de árvores é muito maior”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Últimas notícias

Shopping Basket