A Prefeitura confirmou, nesta sexta-feira, 20, o fechamento do Ambulatório de Síndromes Gripais, instalado na Santa Casa de Mogi Mirim. O gripário encerrará suas atividades no próximo dia 31 de maio.

Criado como plano emergencial pela gestão do prefeito Paulo Silva (PDT) para desafogar o atendimento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) durante o pico da pandemia de Covid-19 e afastar a possibilidade de contágio por contato com pacientes de outras patologias, o gripário anexo à Santa Casa agilizou os atendimentos, exames, tratamentos e internações.

“Mogi Mirim está sendo uma das últimas cidades da região a fechar este atendimento específico para sintomas de Covid-19. Isso se deu após a portaria assinada pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em 22 de abril, que declara o fim da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN), causada pela pandemia da Covid-19 no Brasil. Desta forma, também se encerrou o repasse de verbas para manter o atendimento, que era feito pelo SUS”, explicou, em nota, a Administração Municipal.

O atendimento para sintomas gripais voltará a ser concentrado na UPA da zona Leste. Com o avanço da vacinação e a queda de internações em UTI, que seguem zeradas há quase um mês, o número de casos graves da Covid também diminuiu.

O Governo Municipal revelou ainda que já estão sendo elaborados os estudos técnicos para abertura, no mesmo local do Ambulatório de Síndromes Gripais, do novo UPA de Mogi Mirim, estudos estes que serão divulgados brevemente, segundo previsão da Prefeitura.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Últimas notícias

Você informado

Em Destaque

Ouça

Podcast

Shopping Basket