São Paulo avança para a Fase Verde do Plano SP, eventos são liberados

Regiões de Taubaté, Campinas, Piracicaba, Sorocaba e toda Baixada Santista também avançam para fase menos restritiva do plano. Barretos foi a única a regredir para fase laranja.

O governo de São Paulo anunciou nesta sexta-feira (9) o avanço da Grande São Paulo e mais cinco regiões para a fase verde do plano de reabertura gradual das atividades econômicas durante a pandemia do coronavírus no estado. O avanço acontece após nova mudança de critérios.

  • Na fase verde: eventos, convenções e outras atividades culturais em pé estão liberados após 28 dias de entrada na fase

Apesar disso, segundo o governo, “não podem ocorrer grandes shows”. O horário de funcionamento dos estabelecimentos também é estendido para até 12 horas com até 60% da ocupação. Na fase amarela, eram 8 horas, com até 40% da capacidade.

Atividades culturais, como cinemas e teatros, já estavam liberadas para regiões estáveis na fase amarela.

Quem migrou para fase verde?

  • Grande SP
  • Taubaté
  • Campinas
  • Piracicaba
  • Sorocaba
  • Baixada Santista

A região de Barretos, que estava na fase amarela, foi a única a regredir, e voltou à laranja.

O governo também anunciou nesta sexta que as regiões que permanecem na fase amarela vão poder estender de 8h para 10 horas o funcionamento dos estabelecimentos comerciais, incluindo comércios de rua, shoppings, academias e prestadores de serviços.

Embora o estado estipule as regras, as prefeituras têm autonomia para adotar critérios mais restritivos.

Capital paulista

Apesar de cinemas e teatros já estarem liberados desde a fase amarela, o prefeito da capital paulista, Bruno Covas (PSDB), determinou que a abertura dos setores da cultura só ocorreria quando a cidade estivesse na fase verde. Então, só agora, está liberado o funcionamento de teatros e cinemas na cidade.

Covas, no entanto, ainda não liberou a abertura de parques aos finais de semana na cidade.

Pelas regras da capital, também serão liberados eventos para até 600 pessoas como convenções, seminários, palestras e feiras na fase verde. Festas, no entanto, continuam temporariamente proibidas.

“A partir de amanhã nós temos não apenas as alterações nos horários e nas limitações em relação às atividades que já estão liberadas, mas também o retorno das atividades do setor cultural. Outras atividades que possam ser liberadas na fase verde, somente daqui a duas semanas. A vigilância sanitária do município orientou que agora a gente aguarde a evolução da pandemia na cidade por conta dessas autorizações das atividades já permitidas e também do setor cultural que volta a funcionar dentro dos protocolos e restrições já assinados com a prefeitura de São Paulo”, disse Covas.

Informações G1
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Últimas notícias

Shopping Basket