Por que não devo escolher minha vacina?

  1. É urgente criar imunidade individual contra a Covid
  2. É preciso acelerar e aumentar a cobertura da população
  3. Não há vacinas suficientes para o ‘sommelier’
  4. É prioridade evitar a circulação do vírus e novas variantes
  5. Salvar vidas é também uma responsabilidade coletiva

1) É urgente ter imunidade individual contra a Covid

Todas as 3 vacinas aplicadas no Brasil contra a Covid-19 são capazes de proteger de casos graves e de morte pela doença. Isso já foi demonstrado tanto em ensaios clínicos (quando os cientistas medem a eficácia de uma vacina) quanto na “vida real” (quando a efetividade da vacina é constatada).

Sim, é verdade que as vacinas têm eficácias diferentes (em estudos que foram conduzidos de forma distintas e nem sempre são comparáveis). Mas a prioridade, neste momento, não é dar a vacina de maior eficácia a todos ou escolher a própria vacina, defende a epidemiologista Carla Domingues, que coordenou o Programa Nacional de Imunizações (PNI) de 2011 a 2019.

“As pessoas têm que entender que é exatamente isso: as vacinas, todas elas, têm eficácias diferentes no nível individual. Quando a gente olha o nível coletivo, todas elas têm uma elevada eficácia para diminuição de gravidade, internação e óbito. Que é o nosso objetivo agora“, lembra Domingues.

2) Acelerar e aumentar a cobertura vacinal

Quanto mais tempo se leva para atingir uma alta cobertura vacinal, maior é o tempo que as pessoas não vacinadas passam podendo se infectar – aumentando a chance de novos casos e mortes.

“Do ponto de vista da campanha, é mais efetiva a velocidade, e não necessariamente a vacina [aplicada]. É importante as pessoas tomarem as vacinas que tiverem. O que conta é a velocidade. Se conseguir vacinar muitas pessoas de forma rápida, consegue impactar a curva”, explica a epidemiologista Ethel Maciel, professora titular da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).

3) Não há vacinas suficientes para o ‘sommelier’

Nos restaurantes, sommelier é o especialista na carta de vinhos ou de bebidas. No atual momento, o “sommelier de vacina” virou um termo crítico para representar aqueles que escolhem supostamente o que acham ser o melhor. É importante lembrar que o Brasil não tem doses suficientes de nenhuma vacina para imunizar toda a população. Por isso, infelizmente, nem todos poderão ser imunizados com as vacinas que tiveram maior eficácia nos estudos.

4) É prioridade evitar a circulação do vírus e de novas variantes

Quanto mais o vírus circula, sendo transmitido de uma pessoa para outra, mais ele faz replicações, e maior é a probabilidade de modificações, ou mutações, no seu material genético. É daí que surgem as novas variantes.

Essas variantes do vírus podem ou não ser resistentes às vacinas disponíveis hoje; quanto mais variantes surgem, entretanto, maior é a probabilidade de que uma delas seja resistente a uma ou a várias vacinas.

Já há dados que apontam que algumas vacinas não funcionam tão bem contra determinadas variantes – como a da AstraZeneca contra a variante sul-africana (beta/B.1351).

Mas, mesmo nesse caso, a vacina evitou casos graves e mortes, lembra o imunologista Jorge Kalil, pesquisador do Instituto do Coração (Incor) da Universidade de São Paulo (USP).

5) Salvar vidas é também uma responsabilidade coletiva

“A vacinação é um ato de responsabilidade social – para eu me proteger e proteger todo mundo à minha volta. Quando eu fico escolhendo vacina, estou pensando só em mim”, afirma Carla Domingues.

Ao se vacinar, aumentar a cobertura vacinal e reduzir a circulação do vírus, você protege a si mesmo e às pessoas ao seu redor – incluindo aquelas que ainda não podem se vacinar, seja porque ainda não estão contempladas no plano de vacinação, porque são crianças ou porque têm algum problema de saúde que as impede.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
HTML Code here

Para você

Moda e beleza

HTML Code here
HTML Code here

Para curtir

Música e Bastidores

Viva

Saúde e bem estar

Assista

Vídeos

Shopping Basket